Como os gestores influenciam no clima organizacional da empresa?


Já notou como o humor de uma equipe afeta diretamente no seu rendimento? Se os funcionários estão felizes, pode ser que entreguem um pouco mais de resultado. Se estiverem incomodados com algo, é provável que percam alguma meta diária. Esse “ânimo” tem um nome específico: clima organizacional. E como gestor, você tem bastante responsabilidade aqui.

Talvez a correlação não seja assim tão clara. Algumas pessoas acham que esse clima muda por causa de acontecimentos aleatórios, como tomar um café muito amargo de manhã. Mas, na verdade, a forma como você gere o ambiente afeta diretamente na atmosfera da empresa.

Se você é um gestor e quer melhorar o desempenho do seu time, veja agora algumas formas pelas quais é possível influenciar o clima organizacional!

1. Dê suporte no dia a dia

O que você prefere: trabalhar sempre sozinho ou trabalhar com alguém que o ajude quando for necessário? A resposta é bem simples, já que você é essa ajuda! Sua equipe precisa focar nas próprias tarefas, cumprindo o operacional, lidando com os clientes e fazendo a máquina funcionar. O seu trabalho é, de certa forma, passar um pouco de óleo nas “engrenagens”.

E como fazer isso? Bem, de várias formas. Cuide da comunicação do seu departamento com os demais, evite sobrecarregar os colaboradores com certas rotinas da administração e sempre advogue a favor deles diante da alta gestão. É desse suporte que eles precisam!

2. Dialogue com a equipe

Mesmo que você saiba o que pode melhorar o clima organizacional, nem tudo que funciona para um indivíduo vai dar certo para o outro. Cada funcionário tem um perfil diferente, tanto no nível profissional quanto no pessoal, e perceber isso é um fator que vai aumentar a motivação deles.

Se você não conhece seu time, dificilmente vai saber como ajudá-lo. Por isso, não negligencie aqueles momentos de pausa para o café. Você pode aprender muito mais do que imagina neles.

3. Lidere pelo exemplo

O maior erro que você pode cometer ao gerir uma equipe é não ser exemplar. Não estamos falando em “perfeição”, mas sim em não praticar as ações que exige do seu pessoal. Por exemplo: exigir pontualidade, quando você chega mais de 2 horas atrasado nos compromissos, ou produtividade, quando também empurra todas as suas responsabilidades. Para ser um bom gestor, o time precisa, antes de tudo, ter respeito por você.

4. Evite focar na competitividade

Agora que listamos alguns exemplos a seguir, vamos para algo que você não deve fazer: estimular excessivamente a competição. Dizer que “aquele que entregar o relatório primeiro ganha um chopp de graça” é uma coisa. Isso é bom para o clima organizacional, pois torna uma tarefa burocrática em uma “brincadeira séria” e ajuda a otimizar a produtividade.

Mas quando você diz “quem ficar com o rendimento mais baixo este mês vai ser substituído” ou “fulano fez um relatório melhor que ciclano”, instantaneamente cria um clima de rivalidade entre os colaboradores, do tipo que pode levar à sabotagem. Lembre-se: seu foco não é na competição, mas sim na cooperação.

Fonte: Solides (http://www.solides.com.br/como-os-gestores-influenciam-no-clima-organizacional/)


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

RH 4.0, o que mudou na gestão de pessoas?

De uma abordagem contábil ao foco no indivíduo, a gestão de pessoas passou por uma transformação vital nas últimas décadas. Com o advento da 4ª Revolução Industrial, a internet das coisas, automação,

Minha jornada pode ajudar a sua.

Assim como muitas pessoas que conheço e também algumas que atualmente me procuram profissionalmente, eu precisei me reinventar. Alguns anos atrás eu me deparei com o choque da insatisfação profissiona